Curiosidades sobre a Guerra de Canudos e a Revolta da Vacina

O nome do Arraial de Canudos surgiu devido ao costume da comunidade da região usar cachimbo. O cachimbo era confeccionando a partir de uma planta nativa muito abundante na região, chamada Canudo.

Existem três Canudos ao longo da História. A primeira foi a de Conselheiro,
arrasada pelos militares. Após alguns anos, a região foi povoada novamente, e assim surgia a segunda Canudos (Alguns eram antigos conselheiros, ou descendentes que voltavam). Na década de 50, foi projetado um açude que acabou submergindo a região histórica. Em 1969 com a inundação da cidade, a população foi transferida para um povoado chamado de Cocorobó, que foi rebatizado de Canudos, e esta é a terceira e atual.

Já durante a Revolta da Vacina, haviam boatos de que a vacina deveria ser aplicada nas partes íntimas do corpo e as mulheres deveriam se despir diante dos vacinadores. Isso tudo agravou o descontentamento da população que logo se revoltou contra o governo. Entre os dias 10 e 16 de novembro de 1903, a população fez da cidade um campo de batalha. Houve a depredação de lojas, bondes foram incendiados, barricadas foram organizadas contra as equipes de vacinadores. No dia 14 de novembro de 1903, os cadetes da Escola Militar da Praia Vermelha também se revoltaram contra as medidas tomadas pelo governo e passaram a apoiar a população.

Por: Vilessa e Yanne

Fonte: http://chistoricas.blogspot.com.br/2010/05/curiosidades-sobre-guerra-de-canudos-e.html

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s