O pai do povo : Vargas e suas duas faces

 

Quem já viu o filme ou leu o livro “Olga” já deve ter uma noção do que Getúlio foi capaz de fazer: separar uma mãe de sua filha recém-nascida. Como era judia, a alemã Olga Benário foi levada aos campos de concentração e morta nas câmaras de gás. Essa crueldade foi feita pelo governo getulista para impedir a revolução marxista de Olga e seu marido Luís Carlos Prestes, que foi preso. Embora já tenha citado, é sempre interessante ressaltar que Prestes veio a apoiar Vargas depois de uns anos.

Conhecido como pai dos pobres e mãe dos ricos, Getúlio Vargas tem seu nome espalhado em praças, ruas, avenidas, hospitais e escolas de todo o Brasil.
Assumiu o poder da nação através de um golpe, em 1930, contra a detestada República “café com leite”, onde os estados de São Paulo e Minas Gerais controlavam a economia do país. Ao entrevistar pessoas que estiveram presentes no governo ou já ouviram falar de Getúlio Vargas notamos que são ressaltados apenas fatos bons . Getulio Vargas e o poder ” no braços do povo” é um fato que é questionado até hoje,será que ele era tão bom assim?

Confira:

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s