Primeira Guerra Mundial.

Nestas trincheiras marcantes, ouvimos o som da morte, está distante e tão perto, até á distância de um bala que acaba com uma família perfeita.
As balas caem como a chuva em pleno Inverno, incessantes, apenas não ferem mas desgastam a alma.
E os bombardeamentos, ás nossa posições como campas de improviso, caem como demónios na terra ou saem da própria terra, matando grupos de soldados que pensam combater pela sua pátria, a cada passo para conquistar novos territórios.
Os lança chamas queimam as máguas com o calor do interior da terra e as metralhadoras distribuem tragédias.
e no meio desta confusão ainda têm a lata, de mandar-nos cartas de familiares já que é apenas tempo queimado pois qualquer dia morreremos neste horror.

Tornamo-nos escravos da guerra, nem homens livres nem máquinas.Apenas coisas!
A lama do campo de batalha arrasta-nos a vontade e cada nazi abatido fica o desabafo de revolta como selvagens cães á solta.
Mas apesar dos esforços dispendidos e dos milhões de mortos, cada batalha ganha, é uma batalha perdida, inspirada pelo cheiro corrosivo a carne queimada e putrefacta e o arrependimento pelas nossas açcões!
Perdoa-me Deus!

Lutamos por uma pátria capitalista, onde o dinheiro sujo vale o mesmo que 10 000 vidas,
enquanto factura-se milhões á custa de desgraças.
Mas, no fim, somos amarrados pela mesma realidade, todos os dias.

No entanto, o que mais me custa é ser recordado, no meio daquelas enormes homenagens.
O meu nome escrito por entre os milhares de heroís, sem uma única singular homenagem.
Fonte:http://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=45952

Anúncios
Vídeo | Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s